Um mês e dois dias…

… depois de sair de Lisboa, e é tempo de fazer um pequeno balanço. Da viagem, do que tenho visto, de pensamentos que tenho tido. Mas não, não me deu para a introspecção.

Por isso, vamos por partes.

Primeiro, enviar um forte abraço a todos os que generosamente fazem contribuições para instituições, que mobilizam os amigos para juntar algum dinheiro, que pensam em instituições a quem doar os €uros angariados. Obrigado!

Segundo, agradecer a todos vós que têm a paciência de me vir aqui ler e incentivar a continuar. Enorme Obrigado para todos.

Vamos lá então ao balanço, e essas “coisas”, porque tem sido uma viagem cheia de novidades, “records pessoais”, pequenas histórias…

Nova Iorque é Nova Iorque e está tudo dito, mas desta vez tive a enorme felicidade de estar na minha cidade favorita no Mundo, com o meu irmão Jorge e a cunhadinha Margarida, com a Rita, a Ana e o João Carlos. Que equipa 5 estrelas. Foi engraçado saber que, agora, o que está na moda entre o pessoal da cidade é … sair à rua de pijama. Sim, pijamas daqueles de flanela, com quadrados e assim.

Isto é que está "in", actualmente.

Isto é que está “in”, actualmente.

Depois, uma semana a ver o “american way of life” e a “asilar” em casa dos Souzas (thanks… and see you soon in Portugal). Sim, porque fazer um ou outro jantar e limpar a neve do passeio, não “paga” o tratamento VIP a que tive direito. E a viagem a Washington foi como que um recordar das viagens que fizemos juntos –  o “Sampas”, o Richard e eu -, em outros tempos… Deu para ver a final do Super Bowl entre os Ravens e os 49ers, e tudo. Emocionante até aos segundos finais. Muito bom.

Baltimore Ravens VS San Francisco 49ers

Baltimore Ravens VS San Francisco 49ers

Depois foram batidos uma data de “records pessoais”… como o do frio sentido (a andar e a correr) com -18º, em Nova Iorque, voo mais atrasado e mais longo de sempre (5+10 horas) na ligação Nova Iorque – São Paulo, 20 horas dentro de um autocarro para fazer Puerto Iguazú – Buenos Aires.

Bom, e a seguir temos as cidades  da América do Sul, que bonitas. Cada uma à sua maneira, mas únicas.

Assunção, Paraguai. Uma surpresa completa, talvez porque não tinha expectativas nenhumas. Não quero parecer presunçoso, mas é uma cidade, pelo menos se avaliada pelos standarts europeus, com pobreza, suja… algo rude. Mas com praças, alguns edifícios e monumentos bonitos e onde nunca me senti inseguro. Comida favorita por lá? “Empanadas”, uma espécie de pastéis de massa tenra (… maiores) com carne e ovo dentro.

empanadas e cerveza ... boa combinação.

empanadas e cerveza … boa combinação.

Puerto Iguazú, Argentina. Pequena, arranjada, turística… mas com as Cataratas mesmo ali ao lado. Valeu a pena. A registar além disto? O primeiro contacto com a carne assada (assado e bife de chorizo, valem mesmo a pena…).

assado

assado

Valem a pena, as cataratas.

Valem a pena, as cataratas.

Colónia del Sacramento, Uruguai. Pequena, património da humanidade (o que, por si só, é normalmente sinónimo de beleza e de local de intreresse…). Foi uma tarde bem passada.

Image

Montevideu, Uruguai. Bonita, moderna, com uma “marginal” espectacular. Fiquei com a sensação que deveria ter ficado mais uns dias. O que diz tudo… Comida? Carne, carne, carne.

Image

Buenos Aires, Argentina. Tudo o que tinha ouvido é verdade. A cidade é bonita. Mistura muito interessante de bairros antigos (como San Telmo, onde estou) e bairros novos (como Puerto Madero).

Ontem dei um passeio a pé por Retiro e Recoleta para ver os locais clássicos. Eu e mais uns 12 ou 13 vizinhos aqui do hostel… com guia bilingue, e tudo à borla.

Plaza San Martin

Plaza San Martin

Torre Monumental (...ou "de los Ingleses")

Torre Monumental (…ou “de los Ingleses”)

 IMGP1286

Cemitério La Racoleta, campa da Eva Péron

Cemitério La Racoleta, campa da Eva Péron

Floralis Genérica – a flor de metal.

Floralis Genérica – a flor de metal.

Team do almoço.

Team do almoço

A cidade é boa para passear, sem dúvida  E já se sabe que depois de um bom passeio, não há nada como um bom almoço. Acabou por volta das 17:00 e a mesa foi composta por um suíço,  um americano, uma australiana, uma brasileira, um colombiano e um “tuga”.

===============================================

Nota, também, para agradecer a última “vaga” de donativos. Obrigado…

… M&M&M (Marco, Mónica e Mariana) 15€ para a Operação Nariz Vermelho. Vamos combinar a corrida para breve.

… e Sérgio Vieira, pelos 50€ vindos de Nova Iorque, também para a Operação Nariz Vermelho. Que me pediu para continuar “a alimentar o blogue”. Ok, estamos combinados.

Nota final para 0 Público- P3 e para a Visão, pela amabilidade que tiveram em ter-me ouvido.

Agora vou tratar de saber como vou iniciar a viagem para sul, na próxima sexta-feira.

Até breve.

Anúncios

5 responses to “Um mês e dois dias…

  1. Tá giro… Mas então e kms corridos?!? É preciso manter a reputação meditática de maratonista, ok?

  2. Es mesmo Portuga!!! COmer,comer e comer!!! Toca a andar, literalmente!!!! Um abraco e um beijao dos Souzas.

  3. Antonio, aqui falamos Amanda e Eduardo (do “aperreado”), os brasileiros de Recife que dividiram o quarto com você no seu primeiro dia em Buenos Aires. Parabéns pela iniciativa, muito legal! Podemos fazer alguma doação em real e participar também? Abraços!

    • Amanda e Eduardo, fiquei mesmo, mesmo contente com o vosso contacto.
      Claro que podem fazer uma doação. Juntam uns reais, escolhem a quem querem doar, e entregam o $. Depois dizem-me e combinamos uma corrida, pode ser?
      Beijos e Abraços (ou, Abreijos como eu digo) e tudo de bom para vocês.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s