Hola Santiago, Hola Chile…

Depois de me despedir de Mendoza e da Argentina, com um jantar de “assado de tira”, a ver na TV a Argentina ganhar à Venezuela por 3-0, estava na hora de entrar para um autocarro e seguir viagem para Santiago, no Chile.

Tudo normal com a viagem.

Tive foi a hipótese, ainda que de muito longe, de ver o Monte Aconcágua (6960,8 metros de altitude, sendo simultaneamente o ponto mais alto das Américas, de todo o Hemisfério Sul e o mais alto fora da Ásia).

A viagem valeu pela travessia dos Andes, pelo avistar ao longe do Aconcágua e, depois, pela descida da cordilheira, cheia de curvas e contracurvas, efectuada já do lado chileno.

Aconcágua lá ao longe...

Aconcágua lá ao longe…

28 curvas destas, sempre a descer...

28 curvas destas, sempre a descer…

Chegado a Santiago, foi seguir na direcção do Hostel, localizado no bairro Bellavista. Bares, restaurantes, teatros? É tudo por aqui.

A Casa de Santiago, onde Pablo Neruda viveu, é a dois quarteirões. Restaurante onde parava habitualmente é aqui mesmo ao lado.

Toda esta zona foi visitada no Sábado.

Domingo, logo de manhã, fui até ao Parque Metropolitano de Santiago, mesmo aqui ao lado, e podia fazer 3 coisas: subir ao Santuario Inmaculada Concepción, ver as vistas sobre a cidade e tentar perceber se poderia fazer por lá uma corrida.

Dúvidas sobre corrida ficaram esclarecidas logo que me aproximei da entrada. Era só gente a correr e de bicicleta, a começar a entrar no Parque. E não eram centenas dentro do Parque, mas seguramente milhares. Cheguei a pensar se haveria algum tipo de prova a decorrer.

Subi no Funicular, para começar a ver as paisagens (e se o Pápa João Paulo II andou nele, quando por cá esteve em 1987, eu também queria experimentar).

A chegada ao cume e ao Santuário é rápida.

A paisagem é bonita. Até a poluição sobre a cidade lhe dá uma certa graça…

IMGP2413 IMGP2407

IMGP2417
IMGP2407


IMGP2419

IMGP2411

IMGP2434 IMGP2436planoPMS_webCerto é que andei o Parque de uma ponta à outra. Ir e voltar… Foi uma bela caminhada. E cumpri todos os objectivos.

Ontem de manhã voltei para fazer uma corrida. Já sabia que me esperavam 5,5 kms a subir, e a subir bem…

IMGP2459IMGP2467

Muito pouca gente no Parque, se comparado com o dia anterior, por isso a corrida foi em modo solitário. Dura a subida, mas boa a descida.

altimsanti santicorrida

Vou marcar esta corrida como sendo a que a Christina Procópio Decastro patrocinou, fazendo doação para a Alzheimer Portugal. Obrigado, Chris.

Depois aproveitei para conhecer um pouco mais de Santiago, andando a pé, na direcção do Mercado Central  e vendo as ruas das redondezas (tudo muito movimentado…).

IMGP2510IMGP2498IMGP2504

Claro que, como estava na hora de almoço, tive de provar um dos pratos típicos da comida chilena, “cazuela de vacuno”. Pode não ter muito bom aspecto, mas é bom. Como que uma sopa de cozido, mais leve, e composta por carne de vaca, arroz, batata, abóbora, feijão verde, milho, salsa e, eventualmente, algo mais que não me tenha apercebido.

IMGP2501

Gostei!

Agora vou continuar a conhecer Santiago, porque se aproxima a hora de seguir para a costa, até Valparaíso.

Até breve.

Advertisements

3 responses to “Hola Santiago, Hola Chile…

  1. Olá Campeão. Estou a vibrar com a tua viagem e não me canso de ler o blog. Vai dando notícias e aproveita o sol porque por cá só chove e já estou cansado de treinar tantas vezes contra o vento.
    Alex

  2. Belle le tue avventure!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s